Ir para o conteúdo principal

Especiais

fev 20

Written by: admespeciais
20/02/2019 10:56  RssIcon

Muita gente diz que o ano só começa depois do carnaval. Pode?
Estamos apenas em fevereiro e sabemos que você já trabalhou bastante, por isso agora merece se divertir um pouco.

Mas se quiser aproveitar as nossas dicas carnavalescas para desfilar conteúdos bacanas em sala de aula antes da pausa do feriado, será uma festa!

PARA APRENDER!

Apesar de ser a festa popular mais celebrada no Brasil, e ter se tornado elemento da cultura nacional, o carnaval não é invenção brasileira. Inclusive, não somos o único país a celebrar a festa. Descubra alguns países que também caem na folia, no “Carnaval para aprender”:

 

Suíça

O carnaval de Basileia é o maior evento carnavalesco da Suíça, tradição desde 1835. A festa, Morgestraich (como eles chamam), tem início às 4h da manhã. Na ocasião, todas as luzes se apagam e a população desfila com lanternas pelo centro da cidade, ao som de músicas carnavalescas com flautas e tambores.

Canadá

Conhecido como o maior e mais frio dos carnavais do mundo, em Quebec a festa dura três semanas, e a comemoração não se limita a concertos musicais. Mesmo a 10 graus negativos, o carnaval canadense conta com competições de escultura na neve, canoagem e até pesca no gelo. 

Haiti

No Haiti, o carnaval vai além da comemoração por pura diversão. Durante as festas, a população aproveita para apresentar canções satíricas – uma tradição antiga – e protestar a respeito de algo relacionado principalmente à política.

França

Já na França, a folia acontece nas ruas da cidade de Nice, que ficam tomadas por bonecos gigantescos de papel machê. Também faz parte da brincadeira a Batalha das Flores (as flores utilizadas para enfeitar os carros alegóricos são jogadas no público).

Colômbia

Na capital, Bogotá, acontecem vários eventos típicos, como espetáculos de danças e ritmos folclóricos como cúmbia, pito, gaita, salsa, fandango, mapalé e merecumbé. A festa foi considerada pela Unesco como “Obra Mestra do Patrimônio Oral e Intangível da Humanidade”.

Itália

A Itália tem um dos carnavais mais famosos e requintados do mundo. Mas não é apenas a cidade de Veneza que celebra a festa, com o famoso baile de máscaras a céu aberto. Veraggio (Toscana), Acireale (Sicília) e até Roma são locais onde italianos e muitos turistas aproveitam o carnaval, que dura mais ou menos 10 dias.

PARA LER!

Cada um tem um jeito preferido para curtir o carnaval. Se você é daqueles que preferem cair na folia da literatura, confira nossas sugestões de “Carnaval para ler”:

 

“O País do Carnaval”, de Jorge Amado:

Primeiro romance de Jorge Amado, escrito quando ele tinha 18 anos, nos apresenta o olhar crítico do personagem Paulo Rigger. Ele é um brasileiro, que depois de passar uma temporada em Paris, volta para casa com o desejo de participar da vida política e intelectual do país, mas passa a ter uma relação de estranhamento com o Brasil do Carnaval.

“Orfeu da Conceição”, de Vinicius de Moraes:

Peça teatral baseada na mitologia grega de Orfeu e Eurídice, narra a relação amorosa entre esses dois personagens. A história se passa nas favelas cariocas, em plena terça-feira de carnaval, e questiona os limites de quem sofre com um amor não correspondido.

“Carnaval no Fogo”, de Ruy Castro:

Com o subtítulo “Crônica de uma cidade excitante demais”, Ruy Castro compõe um vibrante retrato do Rio de Janeiro. Num misto de narrativa, ensaio, história e conversa fiada, o autor revela que, mesmo nos períodos de calmaria, o Rio sempre será um permanente “Carnaval no Fogo”.

“Carnaval”, de Manuel Bandeira:

Segundo livro do poeta Manuel Bandeira, publicado em 1919, mobilizou as lutas modernistas do início do século XX. Com uma série de recados subliminares que mudaram os rumos da poesia brasileira, a obra foi inclusive referência na Semana de Arte Moderna de 1922, por conta do poema “Os Sapos” – que ridiculariza os parnasianos por seu apego à métrica.

PARA OUVIR!

Muito além do samba-enredo e da marchinha de carnaval. Na MPB e até no rock ‘n’ roll existem clássicos que falam sobre a folia. Conheça algumas músicas, e inclua na sua playlist “Carnaval para ouvir”:

  • Barão Vermelho – “Carnaval”
  • Chico Buarque – “Noite dos Mascarados”
  • Ed Motta – “Colombina”
  • Jorge Ben Jor – “País Tropical”
  • Los Hermanos – “Todo Carnaval Tem Seu Fim”
  • Novos Baianos – “Swing de Campo Grande”

 

PARA RELAXAR!

E por que não aproveitar o feriado para desacelerar e cuidar um pouco do corpo e da mente? Selecionamos dois aplicativos gratuitos e uma lista com dicas que vão te ajudar a viver o momento presente e, quem sabe, até levar algumas técnicas relaxantes para a sala de aula. “Carnaval para relaxar":

 

Apenas 5 minutos... Este é o tempo que você precisa para melhorar seu bem-estar diariamente, de acordo com o aplicativo “5 minutos”. Criado pela Organização Internacional Mãos sem Fronteiras, tem como propósito facilitar a meditação. Além de ser gratuito, também oferece um “meditômetro”, um contador mundial de tempo meditado que incentiva a cultura de paz.

 http://www.eumedito.org/

 

Já ouviu falar em Mindfulness? O termo em inglês nada mais é do que viver o momento presente e manter a atenção plena, convite que o WeMind faz aos usuários. O aplicativo foi criado por psiquiatras da Universidade de São Paulo e oferece o primeiro ciclo de aulas e meditações gratuito. Além disso, você encontra um check-up de humor para acompanhar os benefícios da prática.

Assista à animação sobre o aplicativo:
https://www.youtube.com/watch?v=zoAJy-AOVWk

 

Usar o celular para combater o uso do celular? Pode parecer estranho, mas dizem que ajuda. Segundo pesquisa realizada pela agência We Are Social e a plataforma Hootsuite, o brasileiro passa mais de nove horas por dia conectado por meio de qualquer dispositivo. São 130 milhões de usuários das redes sociais, o que representa 62% da população. E para fazer aquele detox digital, existe uma série de aplicativos que você pode encontrar justamente na rede. Mas caso queira realmente ficar longe das telas, leia nossas dicas para você:

  • Desabilite suas notificações
  • Faça uma triagem no número de grupos em que participa
  • Desinstale alguns aplicativos
  • Procure não fazer refeições com o celular na mesa
  • Determine uma hora limite para manter o celular ligado à noite
  • Carregue o aparelho fora do quarto
  • Compre um despertador!!!

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Especiais

Busca em Especiais: