Ir para o conteúdo principal

Especiais

mai 29

Written by: admespeciais
29/05/2014 10:37  RssIcon

Há muito que se descobrir em cada casinha colorida, museu ou igreja de Salvador.

Centro da cultura afro-brasileira, Salvador foi fundada em 29 de março de 1549 por Tomé de Sousa, o primeiro governador-geral do Brasil. Construída no cume de um monte, a capital da Bahia foi organizada a partir de dois níveis: Cidade Alta, sede do poder civil e religioso, e Cidade Baixa, onde eram desenvolvidas as atividades marítimas e comerciais.

FICA A DICA
Assista ao filme "Capitães da Areia", inspirado na obra homônima do escritor baiano Jorge Amado. A direção do longa-metragem de 2011 é de Cecília Amado, neta do romancista

O carnaval é a principal manifestação popular da região. Mas a sua riqueza cultural vai além. Quem passeia pelo Pelourinho, no Centro Histórico de Salvador, encontra diversos museus e igrejas. O Centro Cultural Solar Ferrão, por exemplo, possui seis pavimentos e abriga a Galeria Solar Ferrão, o Museu Abelardo Rodrigues e coleções de instrumentos musicais, de arte popular e africana – esta última é constituída de máscaras, estatuetas, instrumentos e utensílios que representam grupos étnicos de mais de dez países da África. No Pelourinho fica também a Escola Olodum, que oferece aulas gratuitas de percussão. O projeto social tem como objetivos a preservação da cultura negra e o desenvolvimento da cidadania.

A Fundação Casa de Jorge Amado mantém viva a história do escritor através de uma exposição permanente de documentos, fotografias, livros e objetos variados.

Um pouco mais distante, no Conjunto Arquitetônico Solar do Unhão, está o Museu de Arte Moderna da Bahia. Ele é considerado o principal espaço de arte contemporânea do estado e um dos mais importantes do país. O seu conjunto de 1.122 peças contempla várias gerações, dos modernistas como Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral, até os contemporâneos, como Waltércio Caldas e Caetano Dias.

Em Salvador, o catolicismo e o candomblé convivem harmoniosamente. Basta lembrar a "Lavagem das Escadarias do Bonfim", um cortejo que começa na Igreja da Conceição da Praia e tem como destino a Igreja do Nosso Senhor do Bonfim. Baianas com trajes típicos comandam a procissão, acompanhadas de fiéis que vestem branco, a cor de Oxalá. Num gesto simbólico de purificação, elas molham os degraus da escadaria com água de cheiro. Também depositam flores e cantam o hino do Senhor do Bonfim. A festa acontece em janeiro, sempre na segunda quinta-feira do mês.

A Igreja de São Francisco atrai muitos turistas e chama a atenção por sua estrutura, que conta com 400 quilos de ouro. Pinturas em quase 55 mil azulejos contam a vida de São Francisco, enquanto os entalhes dourados do altar têm influências dos estilos barroco e rococó.

Como se locomover na cidade de dois andares? Simples: utilize o Elevador Lacerda. Inaugurado em 8 de dezembro de 1873, foi o primeiro elevador de grande porte – no mundo – a servir de transporte público. Ele é um dos cartões postais de Salvador e liga a Praça Tomé de Sousa, na Cidade Alta, à Praça Cayru, no bairro do Comércio. Outro símbolo do município é o Farol da Barra. Ele está cravado na Praia da Barra, que fica próxima ao centro. É pra lá que vão os adeptos do mergulho, que encontram itens de navios naufragados nas imediações do Farol e nos arrecifes em volta da praia. Na maré baixa, o mar tem pequenas ondas e piscinas naturais cristalinas.

Com a mesma cordialidade com que recebe os turistas, Salvador sediará alguns jogos da Copa do Mundo. Na Arena Fonte Nova deverão passar as seleções da Espanha, Holanda, Alemanha, Portugal, França e Suíça. Falta pouco!

Salvador em números

2.675.656 habitantes
693,276 km²
429 escolas públicas
363 igrejas

SAIBA MAIS
A palavra "pelourinho" faz referência a uma coluna de pedra – geralmente localizada ao centro de uma praça –, onde criminosos eram castigados. No Brasil, os pelourinhos eram usados contra os escravos.

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Especiais

Busca em Especiais: