Ir para o conteúdo principal
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
agri escort elazig escort
ankara escort
bonusal
huluhub.com
Luxury replica watches
old sex women boy to boy xxx nude
beylikduzu escort mature porno
ankara escort bayan

Notícias

jul 3

Written by: adm
03/07/2020 11:36  RssIcon

Próximo encontro virtual do Clube de Leitura Formativa Colmeia será no dia 04/08.

03 de Julho de 2020

A terceira edição do Clube de Leitura Formativa Colmeia já tem obra e data definidas!

No dia 04/08, das 10h às 11h, por meio da plataforma Microsoft Teams, os clubistas irão bater um papo sobre o livro “O professor como educador: um resgate necessário e urgente”, de Antonio Carlos Gomes da Costa.

Gomes da Costa, como é popularmente conhecido, é o propagador do conceito “Protagonismo Juvenil”, um dos princípios educativos que sustentam o modelo pedagógico do Programa de Ensino Integral. Nascido em Belo Horizonte, o autor abandonou a Medicina para estudar Pedagogia, e foi um dos redatores do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Dica: a obra está disponível no AVA-EFAPE, indicada na referência bibliográfica do Curso do Inova 2019, no componente Projeto de Vida.

Para participar, além de ler a obra antecipadamente, os interessados deverão se inscrever pelo e-mail: nucleodebibliotecacre@educacao.sp.gov.br. Há um limite de 10 participantes por encontro, com a possibilidade de abertura de novos horários, de acordo com a adesão. Por isso, é importante que a inscrição seja feita com antecedência.

A última edição foi um sucesso!

No último encontro, a discussão foi com base na leitura do livro “Como aprender e ensinar competências”, de Antoni Zabala e Laia Arnau. Com a grande procura, foram realizados dois encontros, para atender todos os inscritos.

Marcelo Honório dos Santos marcou presença. E para ele, o bate-papo proporcionou um questionamento mais profundo sobre o que se entende por competências. “Nos levou a refletir que compreender o conceito de competências é apenas a primeira etapa, pelo menos no aspecto da Educação e no papel de professor, na sala de aula. No entanto, outras duas questões foram claramente debatidas pelos participantes: como aprender competências? E mais importante: como ensinar competências.”

 

Maria Rodrigues também esteve presente, e compartilhou sua experiência: “É uma satisfação ver o resultado de situações de aprendizagem que livram os estudantes desse lugar de passividade das aulas clássicas, tornando-os protagonistas em busca da solução de um problema e da construção do seu próprio conhecimento, garantindo a eles a liberdade do pensar”.

Tags:
Categories:

Busca de Notícias