Ir para o conteúdo principal

Notícias

dez 13

Written by: adm
13/12/2019 13:45  RssIcon

EFAPE recebeu maratona tecnológica do Movimento Inova nos dias 05 e 06/12.

13 de Dezembro de 2019

Dois dias fechados em uma sala, recebendo workshops sobre prototipagem, canvas, Pitch e designer. O desafio? Ao final de 24 horas, vencer uma maratona de tecnologia, criando a melhor solução tecnológica para problemas reais da Secretaria da Educação.

Dos 60 inscritos, 10 projetos desenvolvidos por estudantes de todo o Estado de São Paulo foram selecionados.

Rafael dos Santos França, de 26 anos, estudante do CEEJA de Botucatu, veio acompanhado pela professora de Artes, e juntos criaram o aplicativo “Conecta Ceeja” que reune vídeos, apostilas e matérias que os estudantes precisam carregar. A ideia é facilitar a vida do aluno que normalmente trabalha e precisa enfrentar transporte público, carregando livros.

“É a primeira vez que participo de algo assim. Estou gostando, mas um pouco nervoso porque é muita informação em pouco tempo”, afirma Rafael.

Júlia integra o Clube de Ciências da Escola Estadual Sebastião de Oliveira Rocha, de São Carlos, e veio com um grupo de amigas e Bárbara Rodrigues, professora de Química. Juntas, criaram um site onde colocam o cardápio do dia, receitas que podem ser feitas com os ingredientes disponíveis, espaço para sugestões dos alunos, com o objetivo de aumentar a consciência do que é oferecido e diminuir o desperdício. A versão 2.0 é transformar esse site em um aplicativo.

 

 

Objetivo da maratona

A maratona de tecnologia foi pensada para conectar os alunos e professores do Ensino Médio da rede estadual de educação ao ecossistema de inovação, promover a criação de soluções escaláveis para problemas enfrentados pela Rede e disponibilizar conteúdos úteis para os professores trabalharem metodologias inovadoras, conectadas à realidade do aluno.

Segundo Naomy de Oliveira Ramos, uma das responsáveis pela atividade, a Hackathon nasceu com o desejo de oferecer ao aluno da Rede acesso a um ambiente de inovação, o que nem sempre é possível, e, especialmente, mostrar que as soluções para os desafios da Rede estão dentro das escolas e que esses desafios podem ser resolvidos pelos próprios estudantes.

Com a ajuda de mentores, como designers e programadores, os competidores apresentaram soluções tecnológicas em diferentes formatos e relacionadas à otimização do tempo do professor em sala de aula, do tempo do trajeto de alunos e professores até a unidade escolar; além de ferramentas para estudo docente; plataformas de compartilhamento de práticas, entre outros temas.

Ao final, os alunos tiveram três minutos para apresentarem seus projetos a uma banca de especialistas formada por representantes da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e profissionais da área de Tecnologia e Inovação. Depois, dois minutos para responderem a perguntas.

Os três vencedores foram, em primeiro lugar Geovana Caroline Carneiro Felippe, Ingrid Lavinia Ferreira de Andrade e Julia Cury Mattoso Rocha, da EE Culto a Ciência (DE Campinas Leste), com o projeto “Conectados pela Diferença”; em segundo lugar, Lara Luiza de Assis Pereira, Maria Luiza Oliveira de Paula e Renata Oliveira, da EE Professor João Martins de Almeida (DE Pindamonhangaba), com projeto “Lectio 1.0”; e em terceiro lugar, Gabriel Bergamo Almeida e Luiz Miguel Albanezi Napolitano Rocha, da EE Coronel Nhonho Braga (DE Piraju), com o projeto “Presença Digital”. E como prêmio, todos farão uma visita à sede da empresa Apple em São Paulo oferecida pelos parceiros da Faz Educação.

Tags:
Categories:

Busca de Notícias

ankara escort bayan
papaz buyusu
beylikduzu escort mature porno
old sex women boy to boy xxx nude
ankara escort
bonusal
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
huluhub.com
Luxury replica watches