Ir para o conteúdo principal

Notícias

fev 27

Written by: adm
27/02/2019 16:00  RssIcon

QUA, 27.02.2019

Mais de 1,4 mil servidores da Educação, entre diretores das escolas públicas estaduais, dirigentes regionais das 91 diretorias de ensino e representantes dos órgãos centrais, participaram do encontro realizado no município de Águas de Lindóia, nos dias 25 e 26 de fevereiro, que teve como objetivos compartilhar novas diretrizes educacionais e colocar em pauta os desafios enfrentados no cotidiano escolar.

A EFAP coordenou o processo de organização do evento, na parte técnica e também na pedagógica, e contou com a colaboração de outras coordenadorias, como a CGEB – Coordenadoria de Gestão da Educação Básica, na proposta das atividades que foram trabalhadas ao longo do encontro. Além de palestras, foram desenvolvidas dinâmicas para tratar de temas como aprendizagem, evasão escolar, acompanhamento e reforço, e gestão de pessoas.

Cristina Mabelini, coordenadora da EFAP, contou que o encontro oportunizou a troca de experiências entre os diretores das maiores escolas de Ensino Médio, e também serviu para iniciar as primeiras conversas sobre o novo currículo referente a essa etapa. “Há muito tempo não reuníamos os profissionais presencialmente. E este evento foi importante, para melhorar o processo de aprendizagem dos nossos estudantes e discutir práticas significativas, na perspectiva de melhorar a qualidade do ensino do Estado de São Paulo. E também, para ouvir o que os diretores pensam em fazer neste ano e nos próximos, para que a gente consiga atender às expectativas dos nossos jovens, de aprendizado e de vida”, disse Mabelini.

Durante uma das atividades, cinco diretores das melhores escolas da capital e do interior compartilharam suas boas práticas. Em comum, estavam o comprometimento da equipe com base no diálogo, o envolvimento dos alunos e os mecanismos claros de acompanhamento de aprendizado.

O secretário da Educação, Rossieli Soares, também esteve presente e ressaltou a importância de se valorizar a carreira do professor, e não medir esforços para fixá-lo na escola. Segundo ele, “não existe educação sem um bom professor. A tecnologia pode ser uma grande ferramenta de suporte, mas nunca será o elemento principal”.

 

Palestras

No primeiro dia, Anna Penido, diretora do Instituto Inspirare, fez uma apresentação na qual convidou os educadores a refletirem sobre os jovens estudantes. Para ela, “é preciso se perguntar quem são esses alunos que estão em nossas escolas. Especialmente os estudantes do Ensino Médio. É importante conhecer o contexto histórico em que eles estão inseridos e oferecer uma educação com sentido, significado e relevância”.

Já no segundo dia, Simone André, do Instituto Ayrton Senna, trouxe a discussão sobre o ensino integral, desassociando o termo ao tempo em que os estudantes passam na escola. E apresentou a concepção contemporânea da educação integral, alinhada às demandas dos alunos do século 21, e as múltiplas oportunidades de aprendizagem, com base nas competências socioemocionais, integração curricular e projeto de vida.

O encontro foi muito produtivo, e os profissionais saíram com a missão de também continuar a discussão sobre o Novo Ensino Médio.

 

Tags:
Categories:
Location: Blogs Parent Separator Noticias Efape

Busca de Notícias