Ir para o conteúdo principal
porno mat i sin xxx odia in adult rape videos
agri escort elazig escort
ankara escort
bonus veren siteler
huluhub.com
Luxury replica watches
www.copeland.club
old sex women boy to boy xxx nude
beylikduzu escort alman porno

Notícias

mai 22

Written by: adm
22/05/2018 09:16  RssIcon

TER, 22.05.2018

Organizado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, em parceria com o Hospital São Paulo e com a SPDM – Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, o 3º Congresso do Estado de São Paulo no Apoio ao Escolar em Tratamento de Saúde foi realizado pela primeira vez na EFAP.

O encontro foi destinado aos PCNPs de Educação Especial, supervisores de ensino, professores e diretores de escolas vinculadoras das classes hospitalares.

Foram dois dias de palestras, mesas de debates e oficinas, com o objetivo de refletir e integrar pesquisadores e profissionais das áreas da educação, da saúde e do direito, para falar sobre as especificidades da escolarização dos alunos em tratamento de saúde.

O evento propôs difundir o trabalho realizado nas classes hospitalares e reconhecê-lo como ferramenta essencial para os estudantes que precisam de atendimento especializado, além de oferecer recursos aos gestores e docentes, e reflexão sobre a formação profissional.

De acordo com a professora Rosangela de Almeida Valim, coordenadora da CGEB, “o Congresso é fundamental para a formação dos professores e gestores de classes hospitalares e demais profissionais envolvidos com a temática, intensificando o debate sobre políticas que abordam a Educação Inclusiva; e que enriquece ainda mais o trabalho que já vem sendo desenvolvido por esses profissionais”.

Atualmente, 60 professores da rede estadual de ensino atuam nas classes hospitalares de 33 hospitais do interior e da capital paulista. Embora a lei que regulamenta esse atendimento educacional seja recente, em 1931 foi criada a primeira classe hospitalar do Estado de São Paulo, instalada na Santa Casa de Misericórdia.

»Assista ao vídeo do Educação Compartilhada, que traz o dia a dia de uma classe hospitalar.

Na programação, Monserrat Perez-Cueto Deza, do Chile; Andrea Umaño e Miriam Roxana Schlesinger, da Argentina; Tania Campos Pecci, do Paraguai; e Lic. Jenny Gonzalez, da Colômbia, foram alguns nomes entre os palestrantes que trarão experiências vivenciadas em seus países. E ainda, no primeiro dia, três assuntos serão discutidos por professores especialistas: “O currículo e a prática pedagógica na classe hospitalar no Espaço Acolher/PA”; “Educação Freireana e Classe Hospitalar: formação e saberes”; e “Educação Freireana e Prática Pedagógica: experiência em brinquedoteca com crianças”.

No segundo dia, a professora Ana Paula Carmagnani, do Matific São Paulo; Leda Maria Borges da Cunha Rodrigues, mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem; e Ítalo Francisco Cursio, professor doutor da Universidade Mackenzie, estiveram presentes para mais três palestras, que abordaram: “A Tecnologia da Informação como ferramenta para gestão do conhecimento”; “Educação a distância como mecanismo facilitador do processo de ensino e aprendizagem”; e “A Ética na Educação e o Uso das TICs”.

As palestras e mesas de debates foram transmitidas, ao vivo, pelo site da Rede do Saber/EFAP.

A quem se destina:
PCNPs de Educação Especial, supervisores de ensino, professores e diretores de escolas vinculadoras das classes hospitalares.

Informações:
23/05 e 24/05

 

Tags:
Categories:

Busca de Notícias